As subempreitadas podem ser excluídas da base do ISS?

por | 5 jun, 2018 | ISS, Vídeos | 0 Comentários

Ao abordarmos esse tema em nossos treinamentos, é comum alguém se manifestar no sentido de que o tratamento dispensado pela legislação configura uma bitributação, mas nós aproveitamos para distinguir esse instituto de um outro que também tem efeitos nefastos, mas que não se confunde com o primeiro: a incidência cumulativa, também conhecida como “efeito cascata”.

O exemplo que apresentamos na seção “E na prática?” revela com muita clareza a injustiça da legislação do ISS no tocante ao tema. Mas pior que isso é constatar que, nem mesmo na exceção prevista em lei os municípios têm admitido a exclusão das subempreitadas da base de cálculo do imposto. Pelo menos essa é a postura da maioria.

Sobre as decisões dos Tribunais Superiores que também comentamos no vídeo, vale a pena conferir essa aqui do Superior Tribunal de Justiça – STJ: https://goo.gl/pJNCkE.

Se deseja participar de nosso treinamento Gestão Tributária de Contratos e Convênios, baseado no livro mais completo do mercado sobre retenções e encargos tributários na fonte, clique AQUI!

Querendo apenas conhecer mais sobre a obra, ou mesmo adquiri-la, clique AQUI!

Para receber mais conteúdos sobre a temática tributária, solicite também a inclusão de seu telefone em nossa lista do Whats App (+55 71 9 9385-2662).

Curso Retenção de ISS na Contratação de Pessoas Físicas e Jurídicas

analisa a incidência do ISS – Imposto Sobre Serviços na fonte sobre os contratos celebrados com pessoas físicas e jurídicas

Regulamentação da Lei Complementar 116/2003 e as alterações introduzidas pelas Leis Complementares 123/2006 e 128/2008 (SIMPLES NACIONAL)